Prefeitura interdita, mas Fla segue treinando no Ninho

O impasse continua. A promotora de Justiça Ana Cristina Huth Macedo afirmou ontem, em entrevista coletiva na sede do Ministério Público no Rio de Janeiro, que, após vistoria realizada durante a semana no Ninho do Urubu, novas irregularidades foram constatadas pela fiscalização. O local, que já havia sido interditado pela Justiça para crianças e adolescentes, estaria, segundo a prefeitura, fechado também para adultos. Apesar disso, o Flamengo segue treinando no Ninho normalmente. O vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, compareceu à coletiva. Foi a primeira vez, desde o incêndio, que alguém da diretoria rubro-negra foi interpelado pelos jornalistas. O dirigente, porém, acabou se irritando com as perguntas e abandonou local.

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais