Arbitragem carioca está sob suspeita

A juíza Gabriela Canellas Cavalcanti, da 67ª Vara do Trabalho, determinou ontem a suspensão da eleição do Sindicato dos Árbitros do Rio de Janeiro (Saperj), marcada para segunda-feira, por suspeita de fraude. Além disso, a ação impetrada pela oposição e pela Associação Nacional de Árbitros pede o afastamento do presidente da Comissão de Arbitragem (Coaf), Jorge Rabello, e de outros dirigentes da Ferj. Jorge Rabello e Messias José Pereira são os líderes de um grupo que compartilha cargos de liderança de três entidades ligadas à arbitragem carioca. Entre as movimentações suspeitas, está o uso de cartões de crédito corporativos para compras pessoais. Rabello e Messias gastaram em lojas de roupas, restaurantes e até joalheria. Apesar de negar tudo, Rabello se recusa a gravar entrevista.