E o Flu levou a melhor

Em noite de muita emoção no Maracanã, tricolor faz 1 a 0 no Fla com Luciano e vai decidir a Taça GB com o Vasco

Nayra Halm/Fotoarena/Lancepress!
Credit...Nayra Halm/Fotoarena/Lancepress!

Teve balão branco, faixas, cantos e lágrimas, muitas lágrimas. Foi assim, num estádio carregado de emoção, que Flamengo e Fluminense disputaram ontem, sete dias após a tragédia do Ninho, a semifinal que indicou o adversário do Vasco na decisão da Taça Guanabara, domingo, no Maracanã. E o tricolor levou a melhor. Venceu por 1 a 0, gol de Luciano nos acréscimos.

Os jogadores do Flamengo atuaram com camisas que levavam os nomes dos dez garotos mortos no incêndio no CT rubro-negro. Em sinal de luto, usaram calções pretos. Já os do Fluminense entraram em campo com camisas brancas, homenageando os meninos. Com a bola rolando usaram a tradicional camisa tricolor e uma faixa preta no braço

E forte carga emocional que cercou o jogo acabou anestesiando as duas equipes nos primeiros 45 minutos. Com exceção de duas chances do Flamengo, a primeira numa tabela entre Gabigol e Bruno Henrique, aos 14 e outra numa cabeçada do zagueiro Rhodolfo em que o goleiro tricolor Rodolfo fez grande defesa, aos 29, pouca coisa aconteceu.

Apesar de ter mais domínio de bola, o Fluminense, que precisava da vitória, não conseguiu penetrar da defesa rubro-negra. Para isso contribuiu a péssima atuação de Daniel, meia tricolor. Como a bola não chegava, o colombiano Yony González corria em vão de um lado para outro. Para se ter uma ideia da inoperância do ataque tricolor, Diego Alves não fcez uma única defesa na primeira etapa.

Fernando Diniz tirou Daniel no intervalo e voltou com Dodi no meio-campo, aumentando o poder de marcação de sua equipe. E o Fluminense melhorou. Aos 15, Yony Gonzalez acertou a primeira bola no gol rubro-negro. Diego Alves fez boa defesa.

Abel tirou o apagado Everton Ribeiro e pôs Arrascaeta. E o uruguaio acabou sendo o grande vilão. Ele perdeu uma bola na intermediária, Yony González pegou a sobra e cruzou para Luciano completar, aos 48 minutos, com colaboração de Diego Alves, que falhou no lance.

Flamengo: Diego Alves, Pará, Rhosolfo, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Everton Ribeiro (Arrascaeta) e Diego (Vitinho); Bruno Henrique (Uribe) e Gabigol. Fluminense: Rodolfo, Ezequiel (Marcos Calazans), Digão, Matheus Ferraz e Marlon (Caio Henrique); Aírton, Bruno Silva e Daniel; Everaldo, Luciano e Yony González. Juiz: Rodrigo Carvalhaes de Miranda. Cartões amarelos: Luciano, Everaldo, Digão, Airton, Marcos Calazans, Matheus Ferraz, Cuéllar, Everton Ribeiro, Gabigol, Bruno Henrique, Pará, Vitinho.



Os jogadores de Flamengo e Fluminense homenageiam os dez garotos mortos no Ninho do Urubu antes do clássico no Maracanã, que classificou o tricolor para a final da Taça GB
O atacante Luciano comemora o gol no fim do jogo que selou a vitória sobre o Fla