Vasco vai à final com 100%

Sem dar chance à zebra, o Vasco venceu ontem o Resende por 3 a 0, no Maracanã, e se classificou para a final da Taça Guanabara. Ainda 100% no Campeonato Carioca, o time de Alberto Valentim aguarda seu adversário do domingo no Fla-Flu de hoje, também no Maracanã.

Ambas as equipes prestaram homenagens às vítimas da tragédia no Ninho do Urubu. O Vasco utilizou uma camisa com bandeiras do clube e do Flamengo entrelaçadas ao centro, além da mensagem "Em frente, juntos" logo abaixo. Já os jogadores do Resende entraram em campo com camisas brancas, cada uma contendo foto e nome dos dez jovens atletas mortos no incêndio.

O Vasco aproveitou erro grave da defesa do Resende para já encaminhar a classificação aos 15 minutos. Em escanteio de Danilo Barcelos, Lucas Mineiro subiu completamente sozinho e cabeceou no canto para abrir o placar. O gol freou o ímpeto do time do Sul Fluminense e deu tranquilidade aos vascaínos, que souberam administrar a vantagem.

Macaque in the trees
Com a chuteira na mão após marcar de cabeça, Pikachu celebra seu gol com Marrony (Foto: Marcello Dias/Futura Press/AE)

A bola aérea voltou a ser decisiva aos 35. Em contra-ataque rápido, Cáceres cruzou na cabeça de Pikachu. Ranule até espalmou a finalização, mas, na tentativa de afastar a bola que entraria, Lucão colocou para dentro.

Outra lambança da defesa transformou a vitória em goleada, já no segundo tempo. O goleiro Ranule se enrolou todo ao tentar driblar Marrony dentro da área. O jovem atacante chegou a cair, mas levantou a tempo de empurrar para o gol. Utilizado pela primeira vez na história da competição, o árbitro de vídeo confirmou o gol ao verificar possível impedimento de Pikachu na origem do lance. Com a vaga garantida, Valentim aproveitou para lançar o jovem Lucas Santos pela primeira vez no ano, poupando Pikachu.

Vasco: Fernando Miguel, Cáceres, Werley (Luiz Gustavo), Leandro Castán e Danilo Barcelos; Raul (Bruno César), Lucas Mineiro, Pikachu (Lucas Santos), Thiago Galhardo e Marrony; Maxi López. Resende: Ranule, Filipi, Rhayne, Lucão e Jeanderson; Joseph (Zambi), Vitinho (Jackson), Léo Silva, Davi Ceará (Valdeci) e Arthur Faria; Maxwell. Juiz: Rodrigo Nunes de Sá. Cartões amarelos: Jeanderson e Vitinho.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais