Jornal do Brasil

Esportes

Conmebol acata recurso e dá vitória a Defensor na Libertadores

Jornal do Brasil

A Conmebol decidiu nesta segunda-feira (11) aceitar a reivindicação do Defensor por uma escalação indevida de um jogador adversário e declarou o clube uruguaio vencedor contra o Barcelona de Guayaquil, na partida disputada em 6 de fevereiro de 2019 pela segunda fase da Copa Libertadores.

A diretoria do Defensor considerou ilegal a escalação do colombiano Sebastian Perez, no jogo de ida e reivindicou os três pontos da partida vencida pelos equatorianos em Montevidéu por 2 a 1 e uma vitória por 3 a 0.

O meio-campista chegou ao Barcelona nesta janela do mercado.

A decisão da Conmebol vem um dia antes do jogo de volta, que as equipes vão jogar em Guayaquil, agora com a pontuação claramente a favor dos uruguaios.

"O Tribunal Disciplinar declara como perdedor o Barcelona Sporting Club da partida disputada na data de 6 de fevereiro de 2019, entre as equipes Defensor Sporting Club vs Barcelona Sporting Club, correspondente ao jogo de ida da Fase 2 da Conmebol Libertadores 2019", diz o comunicado divulgado pela entidade máxima do futebol sul-americano.

O presidente do Barcelona, Francisco Cevallos, havia rejeitado a acusação e argumentou que a diretoria do time uruguaio "não pode ser levada por uma informação infundada".

 

rbv/aam