Botafogo tem que somar pontos

Em último lugar no Grupo C da Taça Guanabara, o Botafogo não tem mais chances de alcançar as semifinais. Mesmo assim, precisa vencer o jogo de hoje contra o Boavista, às 17h, em Bacaxá. Afinal, com apenas um ponto em quatro partidas, o alvinegro tem que começar a somar pontos para afastar o fantasma do rebaixamento de seu caminho no Estadual.

Ao contrário de seu adversário, o Boavista, com seis pontos, ainda sonha com as semifinais. Como tem seis pontos, precisa derrotar o Botafogo e torcer para que o Bangu, que tem sete, não vença o Resende, que tem cinco pontos e também sonha com a vaga - a outra já é do Flamengo.

O principal defeito do Botafogo, entre os tantos que a equipe vem apresentando neste início de temporada, tem sido a falta de criatividade de seu meio campo. Em quatro jogos o time fez apenas dois gols e criou pouquíssimas oportunidades, mesmo diante de equipes como Bangu, Cabofriense e Resende.

O técnico Zé Ricardo admite que está preocupado com a situação. E ao contrário dos dirigentes, não tem do quer reclamar da torcida, que vaiou muito o time após a derrota para o Resende. Não temos que pedir mais nada ao torcedor. Eles estão sendo até pacientes Vamos buscar novas soluções", adiantou o técnico.

Zé Ricardo obviamente não fala em rebaixamento, mas não esconde que está preocupado com a pontuação final, que apontará dois semifinalistas do Carioca, que se juntarão aos campeões da Taça Guanabara e da Taça Rio."Sem dúvida me preocupa. Temos que ser fortes para absorver as pancadas. Ninguém aqui imaginava estar nessa situação após quatro rodadas. Na vida nada é para sempre. Temos trabalhado bastante e vamos tentar recuperar a confiança d grupo, que fica abalada após um início tão irregular. Só nós podemos sair dessa situação. A responsabilidade é nossa.

Boavista: Rafael, Thiago Silva, Elivélton, Rafael Marques e Jean; Douglas, Faísca, Tará e Renan Donizete; Artur e Dija Baiano. Botafogo: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo, Gabriel e Gílson; Jean, Wanderson, Luiz Fernando e Gustavo Ferrareis; Erik e Kieza. Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães.