Botafogo inicia hoje luta pelo bi no Carioca

O Botafogo foi o único clube carioca a dar volta olímpica em 2018. Campeão carioca, o alvinegro começa a defender seu título hoje, às 19h, no Moacyrção, em Macaé, contra a Cabofriense. Apesar de o clube ter perdido vários jogadores, o técnico Zé Ricardo conseguia manter a base do ano passado e é, a partir dela, que montou a equipe para o primeiro jogo oficial da temporada.

Sem dinheiro em caixa, o Botafogo realizou toda a sua pré-temporada no Nilton Santos mesmo. O time realizou dois jogos-treinos, contra Madureira e Rio de Janeiro, ambos sem a presença da imprensa. Perdeu de 1 a 0 para o Madureira e empatou em 1 a 1 com o Rio de Janeiro. Zé Ricardo não deu importância aos resultados, até porque mesclou a equipe, testando várias formações ao longo dos treinos.

“O Botafogo entra para defender o seu título com uma coragem grande. O Flamengo está muito forte, entra como favorito. Mas sabemos que quando o jogo começa, a história é outra”, afirmou o treinador alvinegro.

Apesar de ser apenas o primeiro jogo do ano o treinador espera começar a competição com o pé direito. “É a estreia, jogo importante. É bom vencer, dá confiança. Começando bem, vamos poder administrar melhor o elenco”.

As novidades em relação ao time do ano passado devem ser as entradas de Helerson, que veio da base, no lugar de Igor Rabello, negociado com o Atlético-MG, e de Leandro Carvalho, que voltou ao clube após boa temporada no Ceará. “A ideia de começar o ano com a base de 2018 é para termos um mínimo de entrosamento. Aos poucos vamos colocando os reforços. Assim fica mais fácil. Dependendo do rendimento deles faremos as mudanças”, explicou o treinador alvinegro.

Cabofriense: George, Pedro, Gérson, Igor e Manoel; Valderrama, Wellington, Michel e Anderson; Rafael e Rafael Gladiador. Botafogo: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Helerson e Gilson; Jean, Wenderson, João Paulo; Luiz Fernando, Leandro Carvalho e Kieza. Juiz: Pathrice Correa Maia.