Carioca começa nesse final de semana com dois grandes

Fluminense e Vasco entram em campo neste sábado

Começa, neste final de semana, a fase de grupos da 113ª edição do Campeonato Carioca. O troféu foi nomeado de Mário Jorge Lobo Zagallo, em homenagem ao ex-jogador e treinador.  Já no sábado, entram em campo Fluminense e Vasco, pela 1ª rodada. Enquanto o cruzmaltino vai até Conselheiro Galvão encarar o Madureira, às 16h50, o tricolor recebe, no Maracanã, o Volta Redonda.

Macaque in the trees
Cerimônia Carioca 2019 (Foto: Twitter/FERJ)

No domingo, o Flamengo pega o Bangu, às 17h, no Maracanã. E o Botafogo, atual campeão, viaja para o interior do estado, contra o Cabofriense, no Moacyrzão, em Cabo Frio, às 19h.

O Flamengo, devido às suas grandes contratações, como Arrascaeta, Gabriel Barbosa, o Gabigol, e o técnico Abel Braga, é tido como grande favorito para levantar o troféu de campeão. O rubro negro tenta acabar com a seca de títulos cariocas, sem vencer desde 2014, e acumulando frustrações nesse período.

Seca maior só a do Fluminense, campeão pela última vez em 2012, que busca se reconstruir, apesar da grave crise política e financeira que o clube enfrenta. Em negociações com Paulo Henrique Ganso, o clube também tem novo técnico. Ex jogador do clube, Fernando Diniz começa sua saga, agora, fora das quatro linhas.

O Botafogo, outro em grave crise financeira, inicia seu caminho rumo ao bi com um elenco enxuto e sem muita badalação. Após a aposentadoria do ídolo Jefferson, o paraguaio Gatito Fernández assume de vez a camisa número um. Depois de perder duas promessas, Matheus Fernandes, para o Palmeiras, e o zagueiro Igor Rabello, para o Atlético-MG, a diretoria do alvinegro conseguiu prorrogar o empréstimo do atacante Erik, destaque do time na reta final do brasileiro. 

Já o Vasco, este com a pior falta de dinheiro de todos os quatro grandes, se não perdeu muitas peças de destaque, com exceção do goleiro Martín Silva, já em baixa no clube. Repatriou o camisa 10, Bruno César, sonho antigo da diretoria cruzmaltina. Último bi campeão do torneio, o time de São Januário aposta suas fichas no estadual.



Cerimônia Carioca 2019
Carioca