Jornal do Brasil

Esportes

Gallardo freia euforia e alerta River para os perigos do Al Ain

Jornal do Brasil

O River Plate encerrou nesta segunda-feira sua preparação para a estreia no Mundial de Clubes. Na terça, a equipe encara o anfitrião Al Ain no Estádio Hazza bin Zayed, casa do adversário. Ainda embalado pelo histórico título da Libertadores, o time argentino é amplo favorito para o confronto, mas o técnico Marcelo Gallardo fez questão de frear esta empolgação.

"É preciso colocar as coisas no lugar, e esta equipe sabe fazê-lo. Este grupo entende que além de obter uma conquista importante, é preciso fazer com que isso jogue positivamente. Temos que focar. Os primeiros dias foram de alegria, euforia, festas, mas quando chegamos aqui, começamos a focar no que vem com boas sensações. Se nos deixarmos levar pela euforia, podemos nos dar mal", declarou.

No último dia 9, o River fez história ao conquistar a Libertadores diante de seu maior rival, o Boca Juniors. Após muita confusão, causada pela violência de sua torcida contra o ônibus do rival, a equipe de Gallardo venceu por 3 a 1, na prorrogação, a final disputada em Madri.

Três dias mais tarde, o Al Ain estreou no Mundial vencendo o Team Wellington nos pênaltis, após estar perdendo por 3 a 0 e buscar o empate por 3 a 3. A má impressão deixada na estreia ficou para trás com a boa atuação e o tranquilo triunfo por 3 a 0 sobre o campeão africano Espérance, da Tunísia, no fim de semana.

"Tivemos a possibilidade de observar as duas partidas de nosso próximo rival. Acreditamos que vai ser uma partida bastante dura, porque demonstraram que mereceram estar neste estágio. É uma equipe que tem entusiasmo, que é perigosa quando ataca. Tentaremos fazer nosso jogo. Sentimos que é uma sensação muito linda ter esta chance. Vamos tratar de aproveitá-la e desfrutar. Estamos muito esperançosos", comentou Gallardo.