Fabiano rechaça menosprezo do Inter ao Atlético-MG: 'Respeito muito grande'

A fala de que o Atlético-MG teria de "pagar o pato", dita pelo vice-diretor de futebol do Internacional, Roberto Melo, após a derrota para o Botafogo, no último domingo, pegou mal. Coube ao lateral-direito Fabiano, em entrevista coletiva nesta terça-feira, rechaçar que haja qualquer tipo de menosprezo do time gaúcho em relação ao rival mineiro.

"Aqui dentro, nós atletas temos respeito muito grande pela equipe do Atlético-MG. É uma grande equipe, grandes jogadores. No primeiro turno, vimos a dificuldade que enfrentamos", garantiu Fabiano em entrevista na véspera do duelo com o Atlético-MG, em casa, no Beira-Rio, em Porto Alegre. O duelo abre a 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fabiano lembrou que o Inter venceu a equipe mineira em Belo Horizonte, no duelo do primeiro turno, e ressaltou a necessidade do time do técnico Odair Hellmann voltar a vencer no torneio para permanecer na corrida pelo título. Se Inter e Flamengo tropeçarem, e o Palmeiras vencer o América-MG no Allianz Parque, a equipe alviverde garante o título de forma antecipada.

"Conseguimos sair de lá (Belo Horizonte) com vitória. Quando você tem um tropeço numa competição equilibrada como essa, no jogo seguinte você precisa fazer o dever, que é ir em busca da vitória. Dentro de casa, com apoio do nosso torcedor, vamos buscar fazer grande jogo para que a gente possa buscar objetivo maior, que é a vitória", ressaltou o lateral, que volta à equipe após cumprir suspensão automática ante o Botafogo.

TREINO - Odair Hellmann comandou apenas um treinamento com bola antes do duelo, nesta terça, no CT Parque Gigante. A atividade foi fechada à imprensa. Na segunda, os jogadores que não começaram a partida contra o Botafogo fizeram um trabalho físico ainda no Rio, sob forte chuva.

Expulsos no último jogo, Rodrigo Moledo e Wellington Silva desfalcam o time. Fabiano retoma a vaga na direita e Émerson Santos deve formar a zaga com Victor Cuesta.