Jornal do Brasil

Esportes

Na maratona de Beirute, feministas libanesas denunciam abusos sexuais

Jornal do Brasil

Dezenas de libanesas participaram da maratona de Beirute, neste domingo (11), para protestar contra estupros e abusos sexuais no Líbano, onde uma em cada quatro mulheres é vítima de violências deste tipo - afirma a ONG que organizou a manifestação.

A organização libanesa Abaad milita para que a Justiça puna mais severamente autores de abusos sexuais para conscientizar a opinião pública - que costuma estigmatizar vítimas, em vez de denunciar os agressores.

Aproveitando a celebração da 16ª edição da maratona de Beirute, militantes da Abaad, vestidas em sua maioria de preto, protestaram entre os atletas com cartazes em árabe e inglês, constatou a AFP.

"Julguem o estuprador, não a vítima" e "Hoje não vou correr, vou confrontar meu estuprador" diziam alguns cartazes de manifestantes.

De acordo com a Abaad, 25% das libanesas foram vítimas de alguma forma de abuso sexual, e apenas 38% desses casos foram denunciados.

aa/tgg/on/gk/eb/pa/ll/tt