Acompanhe minuto a minuto Vasco X Internacional

Times se enfrentam em São Januário

Para um time que briga desesperadamente contra o rebaixamento, a esta altura do campeonato qualquer tropeço pode ser fatal. Ainda mais em casa, em se tratando de uma equipe que se vê incapaz de vencer fora. Contra o Internacional, hoje, às 21h30, o Vasco inicia em São Januário a corrida pelos 11 pontos restantes, que devem ser suficientes para garantir a permanência na Série A do Brasileiro.

>> Acompanhe minuto a minuto

Após o Inter, terceiro colocado, o Vasco terá apenas três jogos em seus domínios, diante de Atlético-PR, São Paulo e Palmeiras, além do clássico com o Fluminense no Maracanã. Nas contas da salvação, serão necessárias pelo menos três vitórias nessas partidas para garantir um mínimo de tranquilidade no agônico fim de temporada.

“Essa é uma partida que precisamos vencer a qualquer custo. A qualquer custo porque precisamos urgente dos três pontos para nos distanciarmos do pelotão inferior da tabela, mas o triunfo só virá se tivermos inteligência, organização e cuidado, afinal estamos falando de um adversário que tem seus objetivos e está lutando pelo título”, advertiu o técnico Alberto Valentim.

Desempenho nas quedas era pior

Diante do temor de mais um rebaixamento na história recente do clube, é inevitável olhar para trás e analisar a situação da tabela nas três quedas. E a comparação com os exemplos negativos permite uma certa dose de alívio, já que o cenário atual é mais favorável do que naquelas ocasiões.

Em todas elas, após 30 rodadas, o Vasco já estava na zona de rebaixamento, sempre com desempenhos inferiores ao deste ano. Em 2008, a equipe amargava a lanterna, com apenas 27 pontos. Cinco anos depois, somava só um ponto a menos que os 34 atuais, mas ocupava a 17ª colocação — hoje é 15º. Por fim, em 2015, era vice-lanterna com 28 pontos. “O Vasco não vai cair”, prometeu Valentim.

Depois de perder as últimas partidas por estar seleção uruguaia, Martín Silva volta normalmente à meta vascaína, em substituição a Fernando Miguel. Outros retornos garantidos são os de Luiz Gustavo e Andrey, que estavam suspensos na derrota de 2 a 1 para o Sport. Em recuperação de concussão, Pikachu é dúvida para a partida decisiva.

Vasco: Martín Silva, Rafael Galhardo, Werley, Leandro Castán e Ramon; Bruno Ritter, Desábato, Andrey, Pikachu (Andrés Ríos) e Fabrício; Maxi López. Internacional: Marcelo Lomba, Fabiano, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Nico López, D’Alessandro e Patrick; Rossi. Juiz: Igor Junio Benevenuto (MG).