Djokovic ameaça liderança de Nadal no ranking da ATP

O tenista sérvio pode conseguir uma façanha inédita em 45 anos

O novo ranking da ATP, divulgado nesta segunda-feira,  mostra  Novak Djokovic em segundo lugar , apenas 215 pontos atrás do líder Rafael Nadal (7.660 contra 7.445). O terceiro lugar é  de Roger Federer  (6.260) e a quarta posição é de Juan Martin Del Potro(5.860). Depois vêm Alexander Zverev, Marin Cilic , Dominic Thiem e Kevin Anderson.

Esses seriam os classificados de momento para o ATP Finals, torneio que reúne em novembro, em Londres, os oito melhores tenistas do ano. Detalhe: a competição nunca foi vencida por Rafael Nadal.

 Djokovic x Nadal

Nadal precisará jogar muito para evitar que Novak Djokovic encerre 2018 como número 1 do mundo. Alem do ATP Finals, terá que quebrar uma escrita também no Master Mil de Paris, que será disputado no final de outubro.

Os dois torneios são em piso duro .Se Nadal nunca venceu em nenhum deles, Djokovic já ganhou  quatro vezes na França e  ainda conquistou cinco títulos no ATP Finals.

Nadal tem 180 pontos a defender ate o final da temporada, enquanto o sérvio não tem nada a descartar. Se vencer  o Masters 1000 de Paris , Novak Djokovic  já garantirá a liderança no ranking da ATP. Uma façanha extraordinária, afinal ele era apenas o número 22 do mundo em junho,antes da temporada na grama.

De lá para cá ele vive uma sequência absolutamente vitoriosa. A última conquista foi neste domingo, quando ele derrotou o crota Borna Coric por dois sets a zero e alcançou quarto  título em Xangai, o trigésimo-segundo troféu de Masters 1000 da carreira .

Desde que foi criado o ranking da ATP, em 1973, o tenista que termina o ano em primeiro não teve uma subida tão vertiginosa. Se Djokovic chegar lá, será algo  inédito em 45 anos.