Jornal do Brasil

Esportes

Botafogo X Vasco: Clássico da crise no Nilton Santos

Jornal do Brasil

Na zona da degola, o Vasco deu ontem, véspera do clássico com o Botafogo, no Nilton Santos (21h) um importante passo para tentar evitar o quarto rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Num encontro histórico realizado na sede náutica, na Lagoa Rodrigo de Freitas, todas as correntes políticas do clube decidiram se unir para tentar pacificar o clube num momento delicadíssimo.
O presidente interino Alexandre Campello, cuja eleição foi anulada pela Justiça, se reuniu com as forças políticas do clube para selar um pacto de união. O objetivo principal é evitar uma nova eleição conforme determinado pela a juíza Gloria Heloiza Lima da Silva. Além de Eurico Miranda, presidente do Conselho de Beneméritos, estiveram presentes vascaínos históricos como Olavo Monteiro de Carvalho, Jorge Salgado, Edmilson Valentim, Roberto Monteiro, Carlos Osório, entre outros.
O técnico Alberto Valentim está preocupado com a possibilidade de o Vasco ter um empréstimo bloqueado pela Justiça. “Claro que isso não é favorável num momento desses”.
A situação do Botafogo fora de campo não é muito diferente da do Vasco. Se o clube não está dividido politicamente, a situação financeira é desesperadora em General Severiano. No último dia 5 de outubro, o alvinegro completou dois meses sem pagar o salários dos jogadores.
O próximo pagamento da Caixa Econômica Federal pelo patrocínio master do uniforme será só em novembro, e até lá o clube estuda operações para pagar os jogadores antes de completar o terceiro mês de atraso, que permite rescisão de contrato na Justiça. “O momento é delicado tanto para nós como para o Vasco. De tranquilo não tem nada”, admitiu ontem o técnico Zé Ricardo.
Botafogo: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Gustavo Bocheca (Renatinho) e Luiz Fernando; Erik e Kieza. Vasco: Fernando Miguel, Rafael Galhardo, Luiz Gustavo, Henriquez e Ramón; William Maranhão, Andrey (Thiago Galhardo), Pikachu e Fabiano; Andrés Ríos e Maxi Rodríguez. Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG).



Recomendadas para você