Jornal do Brasil

Esportes

Nadador Ryan Lochte faz tratamento para alcoolismo, segundo imprensa

Jornal do Brasil

O nadador americano Ryan Lochte, seis vezes campeão olímpico, faz tratamento para superar o alcoolismo, afirmou seu advogado à imprensa.

Jeff Ostrow revelou ao site especializado em celebridades TMZ que Lochte está confiante em se classificar para as quintas Olimpíadas, em Tóquio-2020.

"Ryan (Lochte) sabe que vencer esta doença agora é uma prioridade para ele para evitar tomar decisões pobres no futuro, para ser o melhor pai e marido possível e se quiser alcançar seu objetivo de voltar às piscinas e dominar de novo em seus quintos Jogos em Tóquio-2020", disse Ostrow ao TMZ.

Lochte, de 34 anos, conquistou doze medalhas olímpicas ao longo de sua carreira.

A decisão de se submeter a um tratamento foi tomada após provocar um incidente na manhã de quinta-feira na Califórnia, quando a Polícia teve que intervir ao ser chamada quando o nadador tentava entrar em seu próprio quarto de hotel.

Menos de 24 horas depois, o nadador se envolveu em um acidente de trânsito pouco depois de chegar a Gainesville, na Flórida.

No relatório policial mencionou-se "pouca atenção ao volante".

O álcool foi um fator importante no escândalo que o esportista protagonizou durante os Jogos Olímpicos do Rio-2016, quando o nadador assegurou ter sido vítima de assalto com outros três atletas americanos depois de uma noite de farra. A Polícia acabou descobrindo mais tarde que Lochte tinha inventado a história, e o atleta foi suspenso por dez meses pela federação de natação americana, a USA Swimming.

Agora, o nova-iorquino cumpre sanção de 14 meses por violar as normas de doping após receber um tratamento intravenoso sem receita médica, ao assegurar que necessitava dele após sua mulher e seu filho sentirem-se doentes.

A suspensão, divulgada em julho, é retroativa a 24 de maio, data em que ocorreu o fato. Não houve nenhuma indicação de nenhuma substância proibida.

 



Recomendadas para você