Jornal do Brasil

Esportes

Vitinho, a nova dor de cabeça de Dorival

Jornal do Brasil

O que não tem faltado a Dorival Júnior em seus primeiros dias de Flamengo é problema. Em sua estreia, sábado passado, contra o Bahia, não pôde contar com Diego e Diego Alves, machucados. Quatro dias depois, a lista de jogadores rubro-negros fora de combate aumentou.

Ontem, o atacante Vitinho sentiu uma fisgada no músculo posterior da coxa esquerda e deixou o campo mancando. Além dele, o zagueiro Rhodolfo também acusou um problema muscular e não treinou. Para completar, Lucas Paquetá, que recebeu uma pancada no treino de terça, fez tratamento e também não foi visto no campo.

Amanhã, o Flamengo enfrenta o Corinthians, em Itaquera. Isso significa que Dorival tem apenas mais um dia para escolher o time que começará a partida. Ele já sabe que os Diegos não voltam e agora também não terá Vitinho. Paquetá não preocupa tanto.

Diante de tantos problemas, o treinador rubro-negro vai se virando do jeito que dá. Ontem, o escolhido para substituir Vitinho foi Geuvânio, que não vinha sendo muito aproveitado ultimamente. Se Paquetá for vetado, o paraguaio Piris entrará, o que significa que, neste caso, o Flamengo enfrentaria o Corinthians com três volantes: Cuéllar, Piris e Willian Arão, este substituindo Diego.

A partida contra o Paraná, pela 30ª rodada, deverá mesmo acontecer no Estádio Olímpico de Cascavel, cidade a 500 quilômetros da capital Curitiba, onde fica a sede do lanterna do Campeonato Brasileiro. O estádio tem capacidade para 27 mil pessoas



Recomendadas para você