Jornal do Brasil

Esportes

Em jogo movimentado, Botafogo sai na frente mas cede empate ao São Paulo

Jornal do Brasil

Foi de tirar o fôlego dos quase 20 mil torcedores que estiveram ontem ao Nilton Santos. Numa partida movimentada, bem disputada e com lances emocionantes até o apito final, Botafogo e São Paulo empataram em 2 a 2. O resultado foi pior para a equipe paulista, que não só perdeu a liderança como ainda caiu para o terceiro lugar. O Botafogo chegou a 33 pontos e manteve quatro da zona de rebaixamento.

O goleiro Saulo, que falhou no primeiro gol do São Paulo, terminou a partida como herói. Aos 48 ele fez duas defesas milagrosas e garantiu o empate. “Foram dois lances muito rápidos. Graças a Deus não tomamos o gol, porque seria o gol da derrota. A primeira eu nem estava vendo a direito a bola. A segunda o Diego veio rápido, mas consegui evitar o gol”. disse o goleiro, que era vaiado um minuto antes de fazer as duas defesas.

Macaque in the trees
Kieza disputa a bola com o goleiro Sidão. O atacante alvinegro foi bem e fez um belo gol (Foto: Dhavid Normando/Agência Estado)

Zé Ricardo lamenta empate

O Botafogo começou bem e abriu o marcador logo aos 4 minutos, com Jean. Mas três minutos depois, Diego Souza empatou. O time carioca pediu impedimento, já que o atacante tricolor estava adiantado. Mas o árbitro argumentou que a bola veio do zagueiro Carli, que tentara cortar a jogada. Aos 22, Kieza fez boa jogada com Erik e desempatou, nume belo gol.

“É um empate que deixa a gente realmente chateado porque poderíamos ter saído com a vitória. Mas deixamos a mensagem da competitividade. Mostramos que podemos jogar com qualquer um de igual para igual, principalmente dentro da nossa casa”, afirmou o técnico Zé Ricardo.

O São Paulo chegou novamente ao empate aos 16, num a falha de Saulo. Além de ter armado mal a barreira numa falta lateral, quase na risca da área, ele ainda rebateu errado a cobrança de Reinaldo. O uruguaio Carneiro aproveitou o rebote e botou a bola no fundo da rede.

Botafogo: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Jean (Matheus Fernandes), Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha, Luiz Fernando e Erik (Rodrigo Pimpão); Kieza (Brenner). São Paulo: Sidão, Bruno Peres (Liziero), Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Carneiro); Jucilei, Hudson, Nenê (Rodrigo Caio); Rojas e Diego Souza. Juiz: Rafael Traci (PR). Cartões amarelos: Gustavo Bochecha, Liziero, Anderson Martins



Recomendadas para você