Jornal do Brasil

Esportes

Mais uma decepção

Fla perde para o Corinthians, dá adeus à Copa do Brasil e agora só resta o Brasileiro para sonhar

Jornal do Brasil

São Paulo - E a história se repetiu. Pela terceira vez no ano, o Flamengo ficou pelo caminho na disputa de um título. Depois do Carioca e da Libertadores, ontem foi a vez de o clube dar adeus à Copa do Brasil. Ontem, em Itaquera, o rubro-negro perdeu por 2 a 1 para o Corinthians, que agora vai decidir o título, que dará R$ 50 milhões ao campeão, com o Cruzeiro, que empatou em 1 a 1 com o Palmeiras, no Mineirão.

Quem esperava um jogo truncado, cheio de faltas, sem gols, como fora o primeiro, no Maracanã, se surpreendeu com os primeiros 20 minutos de bola rolando. Como o empate não servia para ninguém, as duas equipes trataram de buscar o gol desde cedo. Um pouco mais presente no ataque, foi o Corinthians quem saiu na frente. Aos 14 minutos, Jadson deu passe na medida para Danilo Avelar, que penetrava nas costas de Pará, concluir de primeira. O chute saiu mascado e acabou engando o goleiro Diego Alves, que poderia ter feito a defesa.

Macaque in the trees
Pará disputa a bola com Danilo Avelar na derrota do Flamengo para o Corinthians por 2 a 1. Pressão vai aumentar muito no rubro-negro (Foto: Peter Leone/AE)

O Flamengo não se desesperou. E não demorou a chegar ao empate. Aos 18, Pará, que bobeara no gol do Corinthians, recebeu belo passe de William Arão, nas costas de Danilo Avelar. O lateral rubro-negro penetrou e cruzou para a área. Henrique tentou cortar e marcou contra.

Logo depois, Fágner, que já saíra machucado no jogo de ida, voltou a sentir a coxa e teve de deixar o campo. O volante Gabriel entrou improvisado. Para não ficar atrás, Diego Alves caiu no campo após sentir fisgada na coxa esquerda. Teve o local enfaixado e seguiu na partida.

Depois da parada, o Flamengo tomou a iniciativa. Foi superior, mas sem jamais ser contundente. Ficou com a bola, rondou a área, mas só deu mais um chute a gol. O Corinthians nem isso fez.

O jogo seguiu disputado palmo a palmo na etapa final. Mas com um time tecnicamente superior, o Flamengo pelo menos conseguia trocar três passes. Numa dessas triangulações, Paquetá recebeu na entrada da área e chutou para defesa de Cássio.

Aos 18, Diego sentiu dores na coxa e saiu para a entrada de Vitinho. Logo depois, Jair Ventura trocou Clayson por Pedrinho. E na primeira vez que tocou na bola, o garoto de 18 anos fez 2 a 1, aos 24, com um chute de fora da área, sem chances para Diego Alves.

Barbieri partiu então para o tudo ou nada. Tirou William Arão e pôs o atacante Lincoln. Depois tirou Henrique Dourado, um poste em campo, e entrou Marlos Moreno. No último lance do jogo, Pará acertou a trave. Agora só resta o Campeonato Brasileiro para sonhar.

Corinthians: Cássio, Fágner (Gabriel), Léo Santos, Henrique e Danilo Avellar; Douglas, Ralf, Jadson, Mateus Vidal (Araos) e Clayson (Pedrinho); Romero. Flamengo: Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Réver e Trauco; Cuéllar, William Arão (Lincoln), Diego (Vitinho), Everton Ribeiro e Paquetá; Henrique Dourado (Marlos Moreno). Juiz: Ricardo Marques Ribeiro. Cartões amarelos: Douglas, William Arão, Lucas Paquetá, Marlos.



Recomendadas para você