Jornal do Brasil

Esportes

Coreias unidas querem sediar Jogos de 2032

Jornal do Brasil

As duas Coreias anunciaram ontem uma candidatura conjunta às Olimpíadas de 2032, em uma nova demonstração da diplomacia esportiva após os Jogos de Inverno de 2018, que serviram para quebrar o gelo entre os dois vizinhos.
O projeto, que exigirá um nível sem precedentes de cooperação e confiança mútua entre os países, está contido em um comunicado conjunto emitido no final da cúpula intercoreana de Pyongyang entre os líder norte-coreano, Kim Jong Un, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.
“O Sul e o Norte combinaram participar conjuntamente e ativamente nas competições internacionais, inclusive as Olimpíadas de 2020, e cooperar com vistas a uma candidatura comum para sediarem juntos os Jogos de 2032”, indica o texto, sem revelar maiores detalhes.
A decisão do Norte de participar dos Jogos de Inverno organizados em fevereiro em Pyeongchang, na Coreia do Sul, foi uma marca importante na mudança de rumo na península.
No ano anterior, as tensões tinham alcançado níveis altos. A Coreia do Norte multiplicou os lançamentos de mísseis e realizou seu sexto ensaio nuclear. Kim Jong-un e o presidente americano, Donald Trump, trocaram insultos e ameaças apocalípticas.
Nos Jogos de Inverno as duas Coreias desfilarem juntas durante a cerimônia de abertura, atrás de uma bandeira unificadora, mostrando uma península unida e sem fronteiras. Estas equipes conquistaram uma medalha de ouro, uma de prata e duas de bronze.



Recomendadas para você