Jornal do Brasil

Esportes

Situação de Barbieri mobiliza o Flamengo

Jornal do Brasil

O presidente Eduardo Bandeira de Mello garante que está tudo normal no Departamento de Futebol do Flamengo. Os jogadores afirmam que estão com o técnico Maurício Barbieri e não abrem. Mesmo assim, todo mundo sabe que a situação do treinador rubro-negro é delicadíssima. Para quem ainda tinha dúvida, Ricardo Lomba, vice de futebol e candidato da situação nas eleições de novembro, tratou deixar bem claro em que pé estão as coisas.

“Muito do futebol depende de resultado. Costumo dizer que nenhum funcionário do Flamengo tem cargo vitalício ali. Estão integrados no ambiente do Departamento de Futebol. Pregamos profissionalismo e isso sugere entrega de resultado. Enquanto derem resultado, permanecem com a gente. Quando entendermos que não estão atendendo às expectativas, poderão ser trocados”, afirmou ontem o dirigente durante o lançamento oficial de sua candidatura à presidência do Flamengo.

Macaque in the trees
Barbieri (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Enquanto isso, os jogadores seguem fazendo campanha para a permanência do treinador. Depois de Diego e do capitão Réver, ontem foi a vez do zagueiro Léo Duarte sair em defesa de Barbieri, que, por sinal, foi quem o efetivou como na equipe titular, ao lado de Réver. “Nós temos total confiança no Barbieri. É o nosso treinador. É quem a gente quer. Nessa semana teremos tempo e espero que isso já dê resultado no domingo”, disse o zagueiro.

Em seu discurso, Lomba disse que a opinião dos jogadores é muito importante. Mas desde que venha acompanhado de resultados dentro de campo. “Tem que respeitar o que eles (jogadores) pensam. É necessário, mas o discurso não é o suficiente. Temos que reencontrar o caminho das vitórias”, frisou o dirigente.

Em quarto lugar, com 45 pontos, o Flamengo recebe domingo, no Maracanã, o Atlético-MG, que está em sexto com 42 pontos. O líder é o São Paulo, com 50.



Recomendadas para você