Jornal do Brasil

Esportes

Gum chega a 400 jogos pelo Flu

Jornal do Brasil

Fazer 400 jogos pelo mesmo clube é um fenômeno cada vez mais raro no futebol, em especial no Brasileiro, jogadores trocam de time como quem troca de roupa. Esse é o peso da marca que Gum atingirá hoje pelo Fluminense, às 16h, quando entrar em campo para enfrentar o Atlético-PR
na Arena da Baixada. Em nove anos de altos e baixos, com mais altos do que baixos, o zagueiro tricolor já escreveu seu nome na história da instituição, com direito a dois títulos brasileiros e uma Copa do Brasil, entre outras conquistas.
“Se eu não for embora agora, não vou mais. Quero jogar mais uns três anos e depois ajudar o clube. Por tudo o que vivi aqui dentro quero passar isso aos os mais jovens, para ajudar na formação deles. Seria especial. Tenho história, identificação. Depois de me aposentar, sim, é uma possibilidade ser dirigente aqui”, disse Gum em entrevista ao site Globoesporte.com.

Lateral Gilberto segue fora
Assim como na maioria dos jogos desde o fim da Copa do Mundo, Gum formará dupla de zaga com Digão. O setor tem sido um dos pontos fortes do tricolor nesse período, com somente dez gols sofridos em 13 partidas. Outro bom desempenho hoje será fundamental contra um time que, apesar de vir de três derrotas consecutivas, venceu seus últimos seis jogos disputados dentro da Arena da Baixada.
“O Atlético-PR é sempre um adversário muito difícil quando joga dentro da Arena. Seja por causa do bom time, da torcida e também um pouco por causa do gramado sintético. Mas trabalhamos forte durante essa semana e vamos em busca de um bom resultado mesmo sabendo dos problemas que vamos enfrentar ”, afirmou o técnico tricolor Marcelo Oliveira.
O treinador deve manter a formação com Richard, Jadson e Dodi no meio-campo, por trás de três jogadores ofensivos. “Podemos usar três volantes, dando liberdade a dois. Vamos utilizando os esquemas de acordo com os adversários e estratégia para determinados jogos.
Marcelo Oliveira ainda não poderá contar com o lateral Gilberto, que continua com um edema ósseo no joelho. Léo segue como titular.
Atlético-PR: Santos, Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González, Nikão, Raphael Veiga e Marcinho; Pablo. Fluminense: Júlio César, Léo, Gum, Digão e Marlon; Richard, Jadson, Dodi e Sornoza; Everaldo e Kayke. Juiz: André Luiz Castro (GO).



Recomendadas para você