Jornal do Brasil

Esportes

Botafogo para em Fábio

Jornal do Brasil

O Botafogo enfim jogou bem, mas ainda assim não venceu. Mesmo sendo bem superior ao Cruzeiro, o time carioca não passou de um empate em 1 a 1, no Nilton Santos, graças ao goleiro Fábio, que teve grande atuação.
O início do Botafogo foi animador. Abriu o marcador logo aos 11 minutos, com Luiz Fernando aproveitando passe de cabeça de Erik. E seguiu em cima do Cruzeiro. Aos 33, Kieza teve chance de aumentar, mas jogou como zagueiro.
O castigo veio três minutos depois. Edilson cobrou falta da intermediária e, apesar da curva que a bola fez, Saulo vacilou e aceitou. No fim do primeiro tempo, o goleiro Fábio saiu mal do gol e acertou Kieza com um soco e uma joelhada. Pênalti que o árbitro Raphael Claus ignorou.
O Botafogo voltou melhor do intervalo. Aos 17, Igor Rabello cabeceou no travessão, com Fábio totalmente batido. Logo depois, Luiz Fernando penetrou pela esquerda e chutou em cima do goleiro do Cruzeiro. Kieza também perdeu livre diante de Fábio. No fim, o goleiro do Cruzeiro evitou a derrota com defesa sensacional em conclusão de Aguirre.
Botafogo: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Jean (Matheus Fernandes) e Gustavo Bochecha; Luiz Fernando (Ezequiel), Kieza (Aguirre) e Erik. Cruzeiro: Fábio, Edilson (Ezequiel), Murilo, Léo e Marcelo Hermes; Henrique, Ariel Cabral, Bruno Silva (Rafael Sóbis), Thiago Neves (Ederson) e Rafinha; Raniel. Juiz: Raphael Claus (SP). Cartões amarelos: Henrique, Edilson, Luiz Fernando, Jean e Joel Carli.



Tags: futebol

Recomendadas para você