Jornal do Brasil

Esportes

Vasco conta com força da arquibancada para vencer o Santos no Maracanã

Jornal do Brasil MAURICIO FONSECA, mauricio.fonseca@jb.com.br

Não há mais tempo a perder. Ainda patinando numa zona muito próxima ao Z4, o Vasco precisa vencer hoje o Santos (19h) para poder, enfim, ter um pouco de tranquilidade no Campeonato Brasileiro. E para conquistar os três pontos, as diretoria aposta na força da torcida, que tem se mostrado solidária com a equipe. Em busca de um público maior, o jogo foi levado para o Maracanã. E a resposta tem sido boa. Até ontem já tinham sido vendidos 25 mil ingressos.

Macaque in the trees
Maxi López mostra habilidade no treino. O argentino volta hoje ao comando de ataque (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

O Maracanã é um dos atrativos para o vascaíno, mas não o único. Será o primeiro contato do torcedor com o técnico Alberto Valentim, que fez sua estreia na derrota de 1 a 0 para o Atlético-PR. Além disso, o argentino Maxi López, que caiu nas graças da torcida, na vitória de 3 a 1 sobre a Chapecoense, volta ao time após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Wagner também volta ao time.

E tem mais. Capitão da conquista da Libertadores de 1998, Mauro Galvão será homenageado antes do jogo, que terá ainda promoção de cerveja e distribuição do álbum de figurinhas do Brasileiro.

Os jogadores contam muito com a força das arquibancadas. “O apoio da nossa torcida é fundamental. Isso tem nos deixado bem mais fortes. Isso pode nos levar a caminhos longos”, disse o volante Andrey, confirmado no time.

O Vasco jogou pela última vez no Maracanã há 105 dias. Foi no empate de 1 a 1 com o Flamengo, pela sexta rodada. Pelo visto, a torcida já estava com saudade

Santos em ebulição

Adversário direto na briga para se afastar da zona de rebaixamento, o Santos tem os mesmos 24 pontos do Vasco. Ambos tem um jogo a menos do que os demais, com exceção de Atlético-PR e Chapecoense. Mas por ter melhor saldo de gols, o Santos está em 14º e o Vasco em 15º.

Mas ao contrário da equipe carioca, que se encontra num viés de alta, o Santos está mergulhado numa grave crise. A forma como ocorreu a eliminação na Libertadores, com o clube escalando um jogador (Sánchez) sem condições de jogo, criou um mal estar entre o técnico Cuca e a diretoria. O treinador fez duras críticas à forma amadora como, segundo ele, o Santos cuida de seu futebol. O presidente José Carlos Peres não gostou e rebateu Cuca, que também foi criticado publicamente por Ricardo Gomes, gerente de futebol da equipe paulista.

“Isso não afeta o que ocorre dentro de campo. Independentemente dos problemas que o Santos enfrenta, temos que estar preparados para fazer um grande jogo”, completou Andrey.

Vasco: Martín Silva, Lenon, Luís Gustavo, Bruno Silva e Ramon; Desábato, Raul, Pikachu, Andrey e Wagner; Maxi López. Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Sánchez e Pituca; Derlis González, Gabriel e Rodrygo. Juiz: Bráulio da Silva Machado (SC).



Tags: Vasco

Recomendadas para você