Roberto Baggio ganha prêmio por atuação humanitária

O World Peace Award, concedido anualmente pela assembleia do Prêmio Nobel da Paz, foi atribuído nesta terça-feira ao ex-jogador de futebol italiano Roberto Baggio.

"É melhor que receber a Bola de Ouro" (que foi dada a ele em 1993), disse Roberto Baggio à agência italiana Ansa. "Comparados a esta recompensa, os outros prêmios pessoais e profissionais tornam-se risíveis."

O World Peace Award será entregue sexta-feira em Hiroshima, Japão, a Baggio, 43 anos, convertido ao budismo e recompensado por seu compromisso político, em particular na Birmânia, ou Mianmar - nome dado pela junta militar que governa o país.

Embaixador de boa vontade da FAO (Organização para a Alimentação e a Agricultura) desde 2002, Roberto Baggio milita pela libertação da líder da oposição birmanesa Aung San Suu Kyi.

Baggio aposentou-se em 2004 depois de uma carreira passada, entre outros, pelos clubes Fiorentina, Juventus, AC Milan e Inter e após ter participado de três Copas do Mundo.

Em 2009, o prêmio foi para a cantora escocesa Annie Lennox por sua participação na luta contra a Aids na África do Sul.

Em 2008, foi a vez do cantor do grupo irlandês U2, Bono, por seu compromisso em favor do cancelamento da dívida dos países mais pobres.