cheio de moral

-->VA S C O-->Cheio-->Embalado pela vitória contra o Peixe, time r ecebe o ameaçado Goiás no caldeirão de São Januário-->V ASCO: -->Fer nando Prass, Fágner , Titi, Dedé e Max; Rômulo, Rafael Carioca, Felipe e Zé Rober to; Eder Luis e Rafael Coelho. -->Técnico: -->PC Gusmão. -->GOIÁS: -->Harlei, V a lmir Lucas, Er nando e Mar cão; W e ndel Santos, Amaral, Jonílson, W e llington Monteir o, Jones e Júnior; Felipe. -->Técnico: -->Jor ginho. -->Local: -->São Januário. -->Horário: -->21h. -->Arbitragem: -->Carlos Eugênio Simon (RS), auxiliado por Mar cia Lopes Caetano (RO) e Wilson Gonçalves de Aquino (RO).-->Súmula-->A vitória d e3a1 sobr e o Santos na última terça-feir a de - v olv eu aos jo gador es do V asco o ânimo e a confiança. Com o as - tr al lá em cima, após ter in - terr ompido uma série de seis jo gos sem v encer , o time cru - zmaltino enfr enta o Goiás, ho - je, às 21h, em São J an uário . Decidido a apr o v eitar a maré f a v oráv el e o mando de campo , o técnico P aulo César Gusmão con v ocou a tor cida a apoiar o time, citando a música que a galer a canta nas ar quibanca - das: “O sentimento não pode p a ra r ” . Com 33 pontos, o V asco ocupa o 12º lugar no Br asileir o . Um triunf o hoje deixaria a equipe da Colina mais próxima do pelotão de cima da ta bela. No entanto , o Goiás pr e - cisa desesper adamente de uma vi - tória, já que luta contr a o r e bai - xamento par a a Série B. O time esmer aldino está em 18º, com 25 pontos, e v em de um empate (1 a 1) com o Flamengo , em casa. P a r a PC Gusmão e seus jo ga- dor es, o V asco até que vinha f a- z endo bons jo gos, mas aca ba v a entr egando o our o n o fim – f oi assim, por e xemplo , contr a o Bo- taf o go , quando o time v encia por 2 a 0 e permitiu o empate. A pós a con vincente vitória sobr e o San- tos, o later al dir eito F agner acr e- dita que a sorte m udou de lado e f a v or ece agor a o cruzmaltino . A utor de um dos gols contr a o P eixe, F elipe não esper a f acilidade contr a o Goiás. P elo contrário . O meia aposta que o t ime goiano v ai dar m uito tr a balho , por que de v e jo gar bem fec hadinho .-->demoral moral