Maioria dos candidatos menos votados à Presidência vota em SP e Rio

De bicicleta, o candidato do PV à Presidência da República, Eduardo Jorge, votou no final da manhã de hoje (5) no Colégio Cristo Rei, no bairro Vila Mariana, na zona sul de São Paulo. O candidato chegou ao local de votação acompanhado de um dos sete filhos.

Já a candidato do PSOL, Luciana Genro, ao lado do candidato do partido ao governo do Rio Grande do Sul, Roberto Robaina, votou por volta das 12h30, na Escola Estadual Apeles, no bairro Santana, em Porto Alegre. Ela acompanha a apuração na sede do PSOL na capital gaúcha e fará um pronunciamento às 21h30, sobre o resultado do primeiro turno das eleições.

Em Minas Gerais, o candidato à Presidência pelo PSTU, Zé Maria, votou na manhã de hoje na Escola Estadual Celso Machado, no Bairro Milionários, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. Ele foi acompanhado por apoiadores e pelo candidato do PSOL ao governo de Minas Gerais, Fidélis Alcântara.

Já o Pastor Everaldo, candidato à Presidência pelo PSC, votou na manhã de hoje na Escola Municipal Grécia, no Largo do Bicão, na Vila da Penha, no Rio de Janeiro.

Ao lado de correligionários, o candidato do PSDC à Presidência, José Maria Eymael, votou no Colégio Palmares, no bairro Pinheiros, na capital paulista. Ele chegou ao local de votação por volta das 11h.

O candidato Levy Fidelix, que concorre pelo PRTB, votou no início da manhã no Instituto Beatíssima Virgem Maria, no bairro do Brooklin, na zona sul de São Paulo. Ele chegou ao local de votação por volta das 9h e disse que declara “integral confiança na família brasileira e no destino do Brasil”

O presidenciável pelo PCB, Mauro Iasi, votou por volta das 9h40, na Escola Minas Gerais, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro.