Maior colégio eleitoral no exterior, Estados Unidos têm 112 mil eleitores

A maioria das seções eleitorais nos Estados Unidos - país com maior número de eleitores brasileiros convocados para o pleito, 112,2 mil - já funciona nesta manhã de domingo. Somente os consulados da Costa Leste do país, com quatro horas a menos que Brasília, não iniciaram a votação.

Em Atlanta, estão cadastrados 8 mil eleitores brasileiros que residem em cinco estados do Sudeste dos Estados Unidos: Georgia, Alabama, Tennesse, Carolina do Sul e Mississipi.

As 19 seções na cidade funcionam normalmente e o fluxo de eleitores é constante. Emival Ribeiro, de 54 anos, residente na cidade há 14 anos e vota no exterior pela primeira vez. "Fiquei emocionado quando ouvi o barulhinho da urna eletrônica, era como se eu estivesse votando dentro do Brasil", contou.

Para ele, os brasileiros dentro e fora do Brasil, estão fazendo escolhas baseadas no que acreditam. "Eu acho que todo mundo está votando de acordo com o que pensa e com o que defende", opinou Emival, ex-cronista esportivo que agora é pastor evangélico.

O estudante Vitor de Araujo, 20 anos, chegou aos Estados Unidos em 2008, aos 14 anos, e hoje votou pela primeira vez. "É muito legal a gente ver todo mundo participando da política lá no Brasil e poder votar daqui também", comentou.