Marina participa de carreata esvaziada na Zona Leste de SP

Marina participou, neste sábado (4), de uma carreata na Zona Leste de São Paulo, no bairro de São Miguel Paulista. O evento que começou na Praça do Forró, onde Marina deu uma entrevista coletiva, seguiu pelas ruas do bairro por aproximadamente uma hora. 

A candidata chegou com meia hora de atraso e uma mudança de ponto de encontro dificultou a mobilização. A candidata terminou o evento por volta das 16h. Ela viaja ainda hoje para o Acre, onde votará no domingo. 

Durante a coletiva, Marina criticou a união entre PSDB e PT e disse que eles "usam da mesma artilharia". Ela disse que a sua campanha "foi bonita" e "limpa" e ainda defendeu seu plano de governo. 

"Ter o PT e o PSDB unidos na artilharia contra nós, um grupo de partidos pequenos com dois minutos de televisão. Só nós não tivéssemos um programa, teríamos sido reduzidos a pó", disse ela. 

Marina está tecnicamente empatada com Aécio no segundo lugar. Conforme a 124ª rodada da Pesquisa CNT/MDA sobre as intenções de voto para presidente da República, divulgada neste sábado (4), é a primeira vez que Aécio Neves (PSDB) pontuou acima de Marina Silva (PSB). Dilma Rousseff (PT) permanece em primeiro lugar. 

Na pesquisa estimulada, Dilma tem 40,6% das intenções de voto. Ela se mantém estável desde a última rodada, divulgada na segunda-feira (29), quando aparecia com 40,4%. Aécio Neves, que aparece em segundo lugar, cresceu 4,2 pontos e alcançou a preferência de 24% do eleitorado, contra os 19,8% anteriores. Já Marina Silva voltou a cair. Com 3,8 pontos menos que no último levantamento, agora tem 21,4% das intenções de voto.