Pesquisa eleitoral: Fortunati pode vencer no 1º turno no RS

Uma pesquisa encomendada pelo jornal Sul21, junto ao instituto Studio Pesquisas e Consultoria, aponta que o atual prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), tem larga vantagem sobre seus principais adversários na disputa pela prefeitura da capital gaúcha. Ele alcança 47% das intenções de voto, contra 19% de Manuela D'Ávila (PCdoB), 12% de Adão Villaverde (PT) e 1% de Wambert Di Lorenzo (PSDB).

Os demais candidatos - Érico Corrêa (PSTU), Roberto Robaina (PSol) e Jocelin Azambuja (PSL) - alcançaram, individualmente, menos de 1% cada. Votos brancos e nulos somam 4%, enquanto 16% dos entrevistados não souberam dizer em quem votarão nas eleições de 7 de outubro.

Na espontânea, Fortunati permanece na liderança, com 38%, seguido por Manuela D'Ávila (16%) e Adão Villaverde (8%). Wambert Di Lorenzo, Érico Corrêa e Roberto Robaina têm menos de 1% das citações e Jocelin Azambuja não foi mencionado nesta modalidade de pesquisa. O percentual de indecisos é alto: 32% dos consultados não souberam ou preferiram não dizer em quem pretendem votar. Votos brancos e nulos somam 4%.

Segundo turno

Se a eleição for decidida em segundo turno, Fortunati teria vantagem tanto sobre Manuela D'Ávila quanto Adão Villaverde, segundo a pesquisa. Contra a comunista, o atual prefeito alcançaria 54% das intenções de voto e Manuela, 25%. Brancos e nulos alcançam 6% e os indecisos são 15%. Enfrentando Adão Villaverde, José Fortunati tem índice mais amplo: 63%, contra 17% do candidato petista. Percentuais de brancos e nulos (6%) e indecisos (15%) repetem-se nessa projeção.

A margem de erro da pesquisa, realizada entre os dias 20 e 22 de setembro, é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. Um total de 800 entrevistas foram feitas em 61 bairros de Porto Alegre. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 00200/2012.