Candidatos aproveitam Paes em Londres

Enquanto o prefeito do Rio de Janeiro e candidato à reeleição, Eduardo Paes (PMDB), foi para Londres para receber a Bandeira Paralímpica, os demais candidatos da cidade saíram às ruas em campanha neste domingo. O candidato do DEM, Rodrigo Maia, esteve na Ilha do Governador, em Paciência e em Campo Grande. Aspásia Camargo (PV) liderou carreata entre a Barra da Tijuca e a Prainha, onde desembarcou para conversar com eleitores, enquanto Otávio Leite (PSDB) caminhou pelas ruas do Méier.

Paes teve "folga" da agenda de campanha na cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos para receber, das mãos do presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven, a Bandeira Paralímpica, iniciando a contagem regressiva dos Jogos Paralímpicos da cidade em 2016.

Maia prometeu, caso eleito, implantar academias de ginástica em todas as praças da cidade, onde houver espaço para a convivência de diversas atividades e também o "Clube do Idoso". "Vamos oferecer aos idosos uma possibilidade de estabelecer novos vínculos, criar novas amizades e desenvolver uma série de atividades que serão definidas segundo o perfil dos usuários de cada bairro e região. A população brasileira envelheceu, precisamos saber lidar com esse segmento", disse.

A candidata do PV, Aspásia Camargo, esteve neste domingo na praia da Barra da Tijuca, zona oeste, de onde seguiu em carreata até a Prainha, na mesma região. Acompanhada de seu vice, Alfredo Piragibe, ela conversou com banhistas e surfistas da Prainha, de quem ouviu reclamações sobre águas poluídas."Nossas belezas naturais estão chafurdando no esgoto e nas águas poluídas. Rios, baías e lagoas se transformaram em valões imundos. Proponho municipalizar o saneamento criando uma Agência Carioca de Águas", afirmou.

Otavio Leite fez corpo a corpo pelas ruas do Méier, Zona Norte da Cidade. No bairro, Leite disse que é fundamental incentivar as vocações culturais e artísticas em toda a cidade. "Os moradores do Méier que queiram desenvolver atividades neste campo, terão todo o meu apoio como prefeito". O candidato do PSDB ouviu reclamações dos moradores sobre a falta de transporte e sobre a precariedade da saúde.