Pastor pede votos para Russomanno em culto 

O pastor Marcos Galdino, do Ministério de Santo Amaro da igreja Assembleia de Deus, pediu votos na noite desta sexta-feira para o candidato do PRB à prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, durante um culto religioso. O líder aproveitou que era seu aniversário para solicitar aos fiéis que votassem no candidato e que falassem de Russomanno para outras 100 pessoas.

"Temos uma meta a ser alcançada. Está aqui meu amigo, meu irmão Celso Russomanno. (PRB). Quero pedir um presente (de aniversário) pra vocês que já pedi. Mas, como está cheio de energia aqui, com mais de 2.000 pessoas, vou pedir de novo. (Quero) que cada um de vocês leve esse nome (Russomanno) para mais 100 pessoas. (Assim) com certeza 400 mil votos nós vamos alcançar para abençoar essa luta", afirmou antes do início do culto.

A ação do bispo pode causar multa de R$2 mil a R$ 8 mil, por se configurar como propaganda eleitoral em lugar em que a prática não é permitida pela legislação. "O que se pode discutir é que se está fazendo propaganda eleitoral em local em que isso não e permitido e pode haver multa. Em lugares de frequência comum, como estádio de futebol, cinema, teatro, há proibição de se fazer propaganda eleitoral, inclusive em igrejas", explicou o advogado José Eduardo Alckmin.

Galdino chegou a repetir várias vezes o número que será usado por Russomanno nas urnas, mas de forma codificada. "Para que ele (Russomanno) possa alcançar sua meta, abençoamos sua jornada. Quero pedir para cada um de vocês passar para a pessoa do seu lado dez abraços, amém? Só isso, dez abraços", disse usando o mesmo número da legenda do candidato.

"Havia uma discussão em que se analisa que a palavra do pastor não é só uma palavra de propaganda, mas no momento em que ele está pedindo voto fica uma coisa mais evidente. Imagine um candidato entra num estádio de futebol e fazer propaganda eleitoral ou os donos de estádio fazerem propaganda. Isso pode desequilibrar, então a propaganda é vedada", completou o advogado.

Além disso, um outro pastor que entendeu a mensagem aproveitou a ocasião para repetir também o número da vereadora e cantora gospel Noemi Nonato (PSB-SP), que é candidata à reeleição. "Dez e 40401", disse Antonio Fausto Santana em seguida.

Apesar de a imprensa ter sido convidada para o culto, Russomanno não quis comentar a atitude de Galdino. "Se vocês querem falar sobre isso, eu não tenho nada a declarar", respondeu demonstrando irritação.

Antes, o candidato do PRB também falou aos fiéis, mas sem pedir o voto dos frequentadores da igreja, localizada na zona sul da capital paulista. "A paz do senhor esteja com todos", cumprimentou antes de pedir "benção" para sua filha. "Queria pedir um favor especial: que vocês abençoem minha filha Caterine, que está para nascer nestes dias. A gente tem sofrido muita pancada, talvez porque estejamos bem nas pesquisas", afirmou Russomanno.