Datafolha: Moroni Torgan lidera em Fortaleza

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira mostra que as primeiras propagandas eleitorais gratuitas no rádio e na TV já surtiram efeito entre a população da capital cearense. Segundo a análise encomendada pelo jornal O Povo, o candidato Moroni Torgan (DEM) continua líder, embora tenha oscilado 2% em relação à última pesquisa estimulada, feita entre os dias 18 e 19 de julho, ficando atualmente com 25%. Roberto Claudio (PSB) teve um crescimento significativo e assumiu a segunda colocação com um aumento de 11%, registrando 16%.

O candidato do PT, Elmano Freitas, também mostrou crescimento e passou dos 3% para os 15%. Ele está empatado tecnicamente com Claudio. Inácio Arruda (PCdoB) teve queda acentuada, com 7% ele perdeu metade de seus pontos percentuais. Heitor Ferrer (PTB) também teve ligeira oscilação dentro da margem de erro, passando de 11% para 10%.

Marcos Cals (PPS) e Renato Roseno (Psol) oscilaram 1% e estão atualmente com 5% cada. André Ramos (PPL), Gonaga (PSTU) e Professor Valdeci não alcançaram 1% na pesquisa. Votos Brancos e Nulos somam 5%, não sabem em quem deve votar estão em 12%. 

Espontânea

Na modalidade pesquisa espontânea, Moroni Torgan também lidera com 17%, tendo um aumento de 10% em relação à pesquisa anterior. Com um aumento de 7%, Roberto Claudio e Elmano Freitas continuam restritamente empatados, com 9%. Heitor Ferrer oscilou positivamente dentro da margem de erro em 2%, e soma 6%. Inácio Arruda, Renato Roseno e Marcos Cals, também oscilaram 1%, Arruda e Roseno somam 3%; Cals está com 2%.

Rejeição

Líder nos índices de pesquisa estimulada e espontânea, Torgan também continua líder nos percentuais de rejeição, oscilando 3% para cima, ficando com 30%. Arruda oscilou um ponto para baixo e está com 19%; Elmano teve subiu oito pontos percentuais e está com 18%. Roberto Claudio e Gonzaga aparecem empatados com a mesma pontuação, 12%.

A pesquisa Datafolha foi realizada em 29 e 30 de agosto e entrevistou 827 eleitores. A margem de erro máxima é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o número CE-00020/2012.