TRE-SP cassa mandato de vice-prefeito e três vereadores

O vice-prefeito de Piedade (SP), Godofredo Werner (PMDB), teve a perda de seu mandato decretada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) na última terça-feira. O TRE-SP considerou que Werner praticou infidelidade partidária. 

Na mesma sessão, os vereadores Olímpio Jorge Naben (PDT de Barretos), Edgardo Jose Cabral (PRB de Embu das Artes) e Dalton José da Silva (PTB de São Sebastião) também foram cassados.

Infidelidade partidária foi também o motivo que levou à cassação dos vereadores. Há apenas quatro possibilidades para a mudança de partido: fusão ou incorporação de sigla, criação de nova agremiação, desvio do programa partidário ou discriminação pessoal.

Os ofícios para empossar os suplentes dos vereadores em um prazo de 10 dias foram expedidos para as Câmaras Municipais. Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.