Dirigentes municipais do PT negam convocação de filiados em João Pessoa

Dirigentes do PT de João Pessoa e de Campina Grande negam que as direções municipais tenham convocado os filiados da sigla através de um edital, que anunciaria a realização de um plebiscito para definir a posição do partido nas eleições. "Estão inventando coisas e colocando chifre na cabeça de cavalo", afirmou ao Terra o secretário de organização estadual do PT, Josenilton Feitosa.

Feitosa negou que a medida seria tomada para evitar problemas na conduta dos petistas durante as eleições, e disse ainda que o plebiscito só pode ser feito pelo diretório nacional. O dirigente do PT de Campina Grande, Perón Japiassu, também afirmou a suposta orientação de conduta é inexistente. "É o direito de quem está a serviço de outro partido", comentou, sem entrar em detalhes. Perón também afirmou que o diretórios regionais estão com o "respaldo estadual".