Lula brinca com episódio da bola de papel que atingiu Serra

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva brincou nesta terça-feira (26) com o episódio em que o candidato do PSDB à presidência, José Serra, foi atingido por uma bola de papel durante caminhada no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (21).

Lula fez referência ao ato durante discurso no Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, no Palácio do Planalto, quando comentava sobre como os chefes de estado se comportavam durante as conferências internacionais, cercados por policiais para evitar as manifestações.

"Aos poucos vão se perceber que ninguém é melhor que ninguém, e o governo não se tranca mais em redoma de vidro e acha que quem não concorda com o governo é contra o governo. Portanto, o governo ia fazer reuniões como se fosse de forma preventiva, com aqueles negócios de polícia de choque para não tumultuar para que não caísse nenhum papelito na cabeça", disse.

Depois do incidente no Rio, Lula chamou de "farsa" a agressão sofrida por Serra. "A mentira que foi produzida ontem pela equipe de publicidade do candidato do José Serra é uma coisa vergonhosa. Aliás, ontem, deveria ser denominado o Dia da Farsa, o Dia da Mentira porque venderam o dia inteiro que esse homem tinha sido agredido", disse o presidente na semana passada, após a inauguração do dique seco do Polo Naval de Rio Grande, no Rio Grande do Sul.