Governador do Rio Grande do Sul anuncia nomes de quatro secretários

 

No Rio Grande do Sul, o governador eleito, Tarso Genro (PT), anunciou os nomes dos primeiros quatro secretários de governo. Dois são do PT, um do PSB e uma do PCdoB. Os dois partidos foram os principais aliados do PT na eleição. O deputado federal reeleito Beto Albuquerque (PSB), assumirá a pasta da Infraestrutura e Logística, Abgail Pereira (PCdoB), que foi candidata ao Senado, será a secretária de Turismo. Os petistas Estilac Xavier e Marcelo Danéris ficarão, respectivamente, com a Secretaria Geral de Governo e a Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

Tarso também anunciou a criação de uma equipe técnica para assessorar o vice-governador Beto Grill (PSB) em projetos de desenvolvimento para a Metade Sul do Estado. Na segunda-feira (25), quando divulgou oficialmente as primeiras alterações a serem feitas na estrutura do governo quando assumir, Tarso informou que a Infraestrutura deixaria de abrigar Minas e Energia, que voltaria a ter uma pasta própria. Nesta terça-feira, contudo, foi definido que a secretaria permanecerá com as atribuições atuais.

Beto, que durante as negociações das alianças neste ano de 2010 ensaiou lançar sua candidatura ao governo, já foi secretário de Transportes na gestão do petista Olívio Dutra (entre 1999 e 2003). Agora, foi o segundo deputado federal mais votado no Estado. Com 200.476 votos, perdeu apenas para a aliada Manuela D'Ávila (PCdoB). As votações de Manuela e de Beto, inclusive, possibilitaram que PSB e PCdoB, aliados na eleição para a Câmara Federal, conquistassem mais três cadeiras (duas para o PSB e uma para o PCdoB). Com Beto como secretário, a vaga aberta será ocupada pelo suplente Luiz Noé Souza Soares, do PSB, e que fez apenas 17.802 votos.

Abgail Pereira concorreu ao Senado em dobradinha com o senador petista reeleito Paulo Paim. Apesar de os aliados não terem qualquer expectativa de que ela alcançasse a vitória, sua votação surpreendeu. Com história política vinculada ao movimento sindical, mas sem maior expressão em termos estaduais, obteve 1.551.151 votos.

Estilac Xavier é ligado a Tarso Genro há muito tempo e, na campanha para o governo, assumiu a função de tesoureiro. Foi deputado estadual e secretário quando Tarso era prefeito de Porto Alegre. Recentemente, entre 2008 e o início de 2010, ocupou a chefia de Assessoramento Especial da Casa Civil, no governo federal.

Marcelo Danéris, coordenador do programa de governo petista na eleição estadual, também está à frente da comissão técnica que formata a nova estrutura do governo. Foi presidente municipal do PT em Porto Alegre e vereador na Capital. Nas eleições de 2008 concorreu a vice na chapa encabeçada pela deputada federal Maria do Rosário (PT) na disputa pela prefeitura de Porto Alegre.