Serra venceu último debate presidencial, diz CNT/Sensus

O candidato tucano ao Palácio do Planalto, José Serra, teve melhor desempenho e venceu o debate entre presidenciáveis realizado pela Rede TV! no último domingo (17), informou nesta quarta-feira (20) pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Daqueles que acompanharam a transmissão no domingo, 53,5% consideram que Serra foi o vencedor, enquanto 46,5% apontaram melhor desempenho da petista Dilma Rousseff.

Dos entrevistados pela pesquisa, apenas 31,6% do eleitorado assistiram ao debate ou o acompanhou em parte. Outros 22,6% ouviram falar da transmissão com os candidatos que disputam o segundo turno, e 43,8% não tiveram qualquer conhecimento do último debate promovido entre os candidatos à presidência da República.

O tema "privatização", por exemplo, dominou o confronto entre Dilma Rousseff e José Serra nos blocos iniciais do debate da Rede TV!. O tema foi explorado com sucesso pela campanha petista na disputa pela reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006, mas no debate deste domingo o candidato do PSDB, José Serra, encontrou uma forma de abordar o tema mais palatável para o eleitor: ressaltou os benefícios da desestatização da telefonia, que permitiu a rápida disseminação dos telefones celulares.

Quando medido o nível de acompanhamento da propaganda eleitoral gratuita, José Serra também é apontado como o que tem apresentado melhor conteúdo no rádio e na TV com 50,1%. Dilma Rousseff teve 49,9% das menções nesse quesito.

A partir do dia 8 de outubro, quando começaram a ser transmitidas as peças publicitárias dos candidatos no segundo turno, os programas eleitorais na televisão, apontados pelos partidos políticos como grande catalisador de votos, foram os mais vistos, com 54,7% de menção dos entrevistados. Os programas no rádio foram acompanhados por apenas 5,1%.

Em ambas as mídias, o acompanhamento é de 8,7% do eleitorado. Outros 21,5% ouviram falar da propaganda gratuita, e 8,3% não tiveram conhecimento dela.

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada nos dias 18 e 19 de outubro, com 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 36.192/2010.