Camilo rejeita apoio do governador Pedro Paulo no Amapá

Primeiro lugar nas pesquisas de intenções de votos, o candidato do PSB ao governo do Amapá, Camilo Capiberibe, disse ao Terra que não tem nenhum interesse no apoio do atual governador do Estado, Pedro Paulo Dias (PP), investigado na operação Mãos Limpas.

"Somos oposição e queremos mudança, quem tem interesse em continuar na mesmice é meu adversário e ele fica inventando de que estou com o atual governador só para tentar enganar nosso eleitor, e eu não preciso disso", disse o candidato, se referindo ao candidato do PTB, Lucas Barreto. Pedro Paulo é suspeito por desvios de recursos públicos e chegou a ser preso em setembro.

Camilo ainda disse que está trabalhando para um governo de União e que não descarta contar com apoio do eleitorado amapaense, independentemente de quem quer que tenha apoiado no primeiro turno. "Esse resultado ainda não é o esperado, pois nossa campanha ganhou várias adesões importantes e a tendência é crescermos em todo o estado nesse segundo turno", ressaltou.

Nesta terça-feira (19), a coligação Frente Popular recebe em Macapá o deputado federal pelo Rio de Janeiro, Romário, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.