Vice de Teotônio diz que Lessa e Collor são casal jacaré e cobra d'agua

O anúncio de uma composição do senador Fernando Collor (PTB), derrotado nas eleições de outubro em Alagoas, com o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT) foi tratada com ironia pelos partidários do governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), com quem Lessa disputa o segundo turno da votação. O candidato a vice-governador José Thomáz Nonô (DEM) chamou os dois de "casal jacaré com cobra d'água".

"Encaro essa união com indisfarçável prazer. É uma coerência: dois maus governadores unidos contra um bom governador", disse. "Aqui no Nordeste chamamos esse tipo de união de casal 'jacaré e cobra d'água'", disse Nonô. Collor e Lessa são inimigos políticos há mais de 20 anos. Sempre estiveram em palanques diferentes. Criticado por integrantes do PT, Collor foi chamado hoje até de "presidente" pelo vice de Lessa, o presidente estadual do PT, Joaquim Brito.

"A esquerda de Alagoas deverá dar muitas explicações sobre essa união. Gostaria de ver a esquerda pedindo votos nas ruas ou nas cidades a Collor. Será uma cena interessante de ser assistida", afirmou o vice de Vilela