Dilma ganha apoio de César Borges na Bahia

Depois do ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, provar que perdoou a presidenciável Dilma Rousseff, declarando seu apoio a ela no segundo turno das eleições, na manhã desta quinta-feira (7), o senador César Borges (PR-BA) resolveu fortalecer a campanha da petista depois de uma reunião com o presidente da legenda, Alfredo Nascimento.

 

Apesar de possuir razões concretas para negar o apoio à petista, o senador baiano esclareceu que sua decisão é consequência da posição nacional do partido e garantiu que o mesmo terá validade até que os compromissos assumidos pelo PR sejam cumpridos.

Entretanto, Borges frisou que, em conversa com a presidenciável, expressou sua avaliação e, consequentemente, o descontentamento com o que ocorreu na campanha baiana, onde o presidente Lula e Dilma, rompendo acordo que foi firmado em conjunto com o PMDB, apoiaram abertamente os candidatos ao governo e ao Senado do PT e PSB.