Wilson e Sílvio brigam pelo apoio do PTB e PP no 2º turno para o governo do Piauí

O PP do senador eleito Ciro Nogueira e o PTB viraram alvos de disputas no Piauí entre os candidatos Wilson Martins (PSB) e Sílvio Mendes (PSBD) no segundo turno das eleições.

Com a derrota do senador João Vicente Claudino (PTB), que ficou em 3º lugar com mais de 330 mil votos, o apoio do partido será decisivo na campanha do Estado.

Desde que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) anunciou o resultado das eleições, João Vicente não se posicionou sobre o futuro do partido e evitou a imprensa. Sua assessoria informou que nesta terça-feira (5) haverá reunião da cúpula do partido para comunicar a posição para o segundo turno.

Outra liderança assediada pelos dois candidatos é o deputado federal, Ciro Nogueira, senador eleito com quase 700 mil votos neste domingo (3). Ciro não fez o anuncio oficial, mas sinalizou apoio ao governador Wilson Martins.

Aliança

Tanto o governador Wilson Martins, que tenta a reeleição, como Sílvio Mendes afirmaram buscar apoio de Ciro Nogueira e João Vicente. O governador disse que desde o domingo mantém contato por telefone com Ciro e que marcará reunião com João Vicente ainda está semana.

"O argumento é de que somos da mesma base, fomos eleitos juntos, e somos aliados do governo federal e estadual e quero contar com seu apoio para continuar esse projeto de desenvolvimento", disse Wilson.

Sílvio Mendes, em reunião nesta segunda-feira (4), também confirmou contatos com João Vicente. "Esse apoio tem que vir naturalmente. Já bati na porta e disse: 'olha estou lhe esperando'. Não vamos forçar nada", disse Sílvio.

Wilson Martins obteve mais de 725 mil votos (46,37%) e Sílvio Mendes teve 470 mil (30,08%). Os candidatos estão também assediando a vereadora Teresa Britto, do PV, que conseguiu 24 mil votos no primeiro turno para o governo.