RJ: Wagner Montes é o deputado estadual mais votado

Veja a lista completa dos eleitos para a Alerj

 

     RIO - O apresentador Wagner Montes se reelegeu como deputado estadual no Rio de Janeiro, com mais de 528 mil votos, alcançando a maior votação na história da casa. O deputado estadual Marcelo Freixo, que presidiu a CPI das Milícias e é ameaçado de morte, também se reelegeu para o Palácio Tiradentes com mais de 177 mil votos.

As expressivas votações de Freixo e Alencar ainda ajudaram a eleger dois colegas de partido. Na Câmara, o ex-BBB Jean Wyllys, mesmo com apenas 13 mil votos - o menor número entre os eleitos do Rio -, conseguiu a vaga na carona de Chico Alencar. Freixo também carregou a reboque a sindicalista Janira Rocha, que teve pouco mais de 6 mil votos. Entre os 70 deputados eleitos, ela também teve a menor votação.

"Foi uma boa surpresa a minha votação. É uma vitória da boa política, que não se submeteu ao poder econômico", afirmou Freixo, enquanto comemorava a vitória, na Lapa.

Outra surpresa que saiu das urnas foi o evangélico Samuel Malafaia, do PR. Irmão do pastor Silas Malafaia, ele foi o terceiro deputado estadual mais votado, superando 134 mil votos. Clarissa Garotinho (PR) ajudou a eleger sete candidatos do PR para a Alerj. Com isso, o partido ganha mais três deputados e deve dar mais força à oposição a Sérgio Cabral no Legislativo. Até porque o PMDB diminuiu sua bancada de 19 para 12 deputados estaduais.

Wagner Montes fez o PDT aumentar sua bancada de seis para onze deputados. O parlamentar reconheceu que grande parte de sua votação se deve a suas aparições em seu programa de TV e à coluna no jornal Meia Hora. Ele frisou, porém, que a eleição foi legítima nas urnas. "Muita gente dizia que eu era um artista, que ia brincar de fazer política. Provei que sou um artista e jornalista e também um político que sabe representar bem a população", declarou. 

Confira a lista dos deputados estaduais que se elegeram:
1 - Wagner Montes (PDT) 528.628 (6,38%)
2 - Marcelo Freixo (Psol) 177.253 (2,14%)
3 - Samuel Malafaia (PR) 134.515 (1,62%)
4 - Paulo Melo (PMDB) - 121.684 (1,47%)
5 - Clarissa Garotinho (PR) 118.863 (1,43%)
6 - Alexandre Correa (PRB) 112.676 (1,36%)
7 - Pedro Augusto (PMDB) 111.407 (1,34%)
8 - Rafael Picciani (PMDB) 96.034 (1,16%)
9 - Domingos Brazão (PMDB) 91.774 (1,11%)
10 - Cidinha Campos (PDT) 89.553 (1,08%)
11 - Carlos Minc (PT) 87.210 (1,05%)
12 - Edson Albertassi (PMDB) 83.254 (1,00%)
13 - Edino Fonseca (PR) 77.061 (0,93%)
14 - Dionisio Lins (PP) 75.707 (0,91%)
15 - Christino Áureo (PMN) 74.336 (0,90%)
16 - Pedro Fernandes (PMDB) 69.571 (0,84%)
17 - Lucinha (PSDB) 67.035 (0,81%)
18 - Andreia do Charlinho (PDT) 62.599 (0,76%)
19 - Sabino (PSC) 62.522 (0,75%)
20 - Graça (PMDB) 61.294 (0,74%)
21 - Dica (PMDB) 59.220 (0,71%)
22 - Flavio Bolsonaro (PP) 58.322 (0,70%)
23 - Rafael do Gordo (PSB) 55.831 (0,67%)
24 - Andre Correa (PPS) 55.484 (0,67%)
25 - Marcio Panisset (PDT) 55.027 (0,66%)
26 - Marcos Abrahao (PTdoB) 52.525 (0,63%)
27 - Marcos Soares (PDT) 52.099 (0,63%)
28 - André Lazaroni (PMDB) 49.839 (0,60%)
29 - Fabio Silva (PR) 47.939 (0,58%)
30 - Comte (PPS) 45.541 (0,55%)
31 - Marcelo Simão (PSB) 45.046 (0,54%)
32 - Alessandro Calazans (PMN) 44.549 (0,54%)
33 - Miguel Jeovani (PR) 44.135 (0,53%)
34 - Gustavo Tutuca (PSB) 44.015 (0,53%)
35 - Bernardo Rossi (PMDB) 43.607 (0,53%)
36 - Rogerio Cabral (PSB) 43.215 (0,52%)
37 - Iranildo Campos (PR) 42.398 (0,51%)
38 - Chiquinho da Mangueira (PMDB) 39.740 (0,48%)
39 - Roberto Dinamite (PMDB) 39.730 (0,48%)
40 - Marcio Pacheco (PSC) 39.537 (0,48%)
41 - Paulo Ramos (PDT) 39.023 (0,47%)
42 - Rodrigo Neves (PT) 38.856 (0,47%)
43 - Coronel Jairo (PSC) 38.791 (0,47%)
44 - Graca Pereira (DEM) 38.746 (0,47%)
45 - Ricardo Abrão (PDT) 37.742 (0,46%)
46 - Gilberto Palmares (PT) 36.519 (0,44%)
47 - Marcus Vinicius (PTB) 35.508 (0,43%)
48 - Altineu Cortes (PR) 35.176 (0,42%)
49 - Gerson Bergher (PSDB) 35.069 (0,42%)
50 - Waguinho (PRTB) 34.820 (0,42%)
51 - Aspasia (Pv) 34.733 (0,42%)
52 - Luiz Paulo (PSDB) 34.502 (0,42%)
53 - Claise Maria Zito (PSDB) 33.664 (0,41%)
54 - João Peixoto (PSDC) 33.203 (0,40%)
55 - Felipe Peixoto (PDT) 32.855 (0,40%)
56 - Samuquinha (PR) 32.563 (0,39%)
57 - Roberto Henriques (PR) 32.369 (0,39%)
58 - Salomão (PT) 31.249 (0,38%)
59 - Zaqueu (PT) 30.583 (0,37%)
60 - José Luiz Nanci (PPS) 28.798 (0,35%)
61 - Inês Pandeló (PT) 28.798 (0,35%)
62 - Bebeto Tetra (PDT) 28.328 (0,34%)
63 - Luiz Martins (PDT) 26.002 (0,31%)
64 - Myrian Rios (PDT) 22.169 (0,27%)
65 - Geraldo Moreira (PTN) 21.987 (0,27%)
66 - Enfª Rejane (PCdoB) 21.033 (0,25%)
67 - Thiago Pampolha (PRP) 19.329 (0,23%)
68 - Xandrinho (PV) 16.151 (0,19%)
69 - Rosângela Gomes (PRB) 10.586 (0,13%)
70 - Janira Rocha (Psol) 6.442 (0,08%)