Pensando no segundo turno, Dilma se reúne com governadores eleitos do PT

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, reúne-se hoje (4) a partir das 16h com quatro governadores eleitos de seu partido e o eleito do Amazonas pelo PMN, Omar Aziz. A ideia é definir a estratégia de campanha para o segundo turno das eleições a partir de ações dos governadores e dos políticos em cada estado. Na manhã de hoje, os coordenadores da campanha de Dilma se reuniram em Brasília para rever as táticas para o dia 31.

Antes de embarcar de Manaus para Brasília, o governador eleito do Amazonas, Omar Aziz, que conseguiu mais de 66% dos votos, afirmou que fará campanha para Dilma. Segundo ele, ontem (3) a candidata telefonou pedindo seu apoio para o segundo turno.

Durante o primeiro turno Aziz não contou com a ajuda de Dilma porque ele disputou as eleições com Alfredo Nascimento (PP), ex-ministro do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Recebi ontem um telefonema da ministra Dilma e mesmo sem ter tido o apoio dela [no primeiro turno das eleições], eu disse que vou fazer campanha para ela”, afirmou.

Em Brasília, Dilma se reúne à tarde, além de Aziz, com os governadores eleitos pelo PT no Acre (Tião Viana), na Bahia (Jaques Wagner), no Rio Grande do Sul (Tarso Genro) e em Sergipe (Marcelo Déda). O PT disputa o segundo turno no Distrito Federal com Agnelo Queiroz e no Pará com Ana Júlia Carepa.

Pela manhã, o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e o deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), um dos principais coordenadores da campanha de Dilma, reuniram-se para tratar de segundo turno.

*Colaborou Renata Giraldi.