MG: derrotado para o Senado, Fernando Pimentel pede empenho pró-Dilma

      BELO HORIZONTE - O ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT), derrotado na disputa ao Senado por Minas Gerais, agradeceu, por meio de uma nota, a votação que teve no estado. "Agradeço aos quatro milhões e quinhentos mil eleitores que confiaram na minha candidatura e me deram seus votos. Agradeço também a minha equipe, à militância do meu partido e da coligação, que se empenharam ao longo da campanha. Nesse período, fizemos uma campanha séria, ética e positiva", disse, em um trecho da nota.

Com apoio da candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Pimentel alcançou 23,98% dos votos, ficando pouco mais de dois pontos atrás do ex-presidente da República Itamar Franco (PPS), que obteve 26,74%, e do ex-governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), com 39,4%.

Após a derrota, o petista defendeu empenho em Minas para a eleição de Dilma no segundo turno da corrida ao Palácio do Planalto. "Vamos trabalhar, com todo empenho, pela eleição de Dilma Rousseff. Vamos dar continuidade aos avanços do governo Lula e garantir o Brasil solidário, justo e desenvolvido que já começamos a construir", afirmou Pimentel.