Lula está tranquilo com 2° turno, diz ministro Padilha

Brasília - O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, afirmou nesta segunda-feira (4) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está "tranquilo" em relação ao segundo turno das eleições presidenciais. "Ele Lula está muito tranqüilo em relação a enfrentar o segundo turno", disse o ministro, que participou de uma reunião convocada pelo presidente para avaliar o resultado deste último domingo. Dilma Rousseff, do PT, e José Serra, do PSDB, disputam novamente os votos dos eleitores no dia 31 de outubro.

Apesar de negar que Lula tenha feito comentários sobre a maioria de aliados eleitos para o Senado Federal, Padilha deixou escapar que o presidente ficou feliz com o resultado. "Ele conviveu com o Senado com minoria e estamos com maioria no Senado. Então ele ficou feliz com isso", afirmou. O presidente recebe às 16 horas o governador reeleito do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Ontem, Lula já admitia a possibilidade de segundo turno, ao votar numa escola em São Bernardo do Campo.

"A eleição tem dois turnos. Eu não ganhei no primeiro turno nenhuma eleição, nem em 2002 nem em 2006. Apenas vai demorar 30 dias a mais, 30 dias de luta. E vamos para a disputa. Não é fácil obter 50% de votos do povo brasileiro no primeiro turno. Ela está numa situação privilegiada", disse após votar.