Cabral: "brasileiros demonstraram desejo por mulher na presidência"

O governador reeleito do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), afirmou, em entrevista nesta segunda-feira (4), que os brasileiros demonstraram nas urnas o desejo por ver uma mulher na presidência da República. De acordo com Cabral, basta somar os votos recebidos por Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV) e comparar com os votos recebidos pelo presidenciável tucano, José Serra.

"O Brasil deu seu recado que quer uma mulher na presidência. Se somar os votos da Marina e da Dilma, a definição seria no primeiro turno. O povo quer eleger uma mulher, exatamente por uma coisa nova, diferente. A Dilma representou isso nos números e a Marina fez uma campanha muito inteligente, tranquila. Tenho muito respeito pelo Serra, somos amigos pessoais inclusive, mas acho que o Brasil quer isso", disse Cabral, à Globo News.

O político fluminense acredita que Dilma esteja mais preparada do que Serra para substituir o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na presidência. "Está pronta para manter a política que o presidente Lula estabeleceu de desenvolvimento econômico, do governo que mudou o Brasil".

O governador do Rio de Janeiro aproveitou para elogiar o desempenho de Marina Silva nas urnas, que teve quase 20% dos votos à presidência. "A Marina teve um crescimento que quase dobrou os seus pontos no final. Parte da população quis uma alternativa, que foi a Marina, e como ela mesma disse, sai maior do que entrou".