TSE registra detenção de 49 candidatos no País

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, afirmou neste domingo (3) que 49 candidatos foram detidos em todo o País por irregularidades no processo eleitoral. No total, foram registrados 300 ocorrências com os candidatos.

As principais ilicitudes são as bocas de urnas, que levaram à detenção, por exemplo, do prefeito Zeca Dirceu, filho do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e a candidata Suellem Aline, a Mulher Pera, candidata a deputada federal por São Paulo.

Entre os não candidatos, foram registradas 2.769 ocorrências, sendo que 1.089 resultaram em prisões. Boca de urna, transporte irregular de eleitores, compra de votos e divulgação de propaganda são as causas mais comuns das detenções neste domingo. Lewandowski considerou que os números de incidentes foi pequeno.