Siqueira vence em disputa acirrada e terá 4º mandato em Tocantins

 

Na disputa mais acirrada ao governo do Estado do Tocantins, Siqueira Campos (PSDB), venceu as eleições com 347.415 mil votos (50,53%), contra 340.079 mil votos (49,47%) de seu único adversário Carlos Gaguim (PMDB). A eleição teve a maior abstenção de toda a história: 173.935 pessoas, o que corresponde a 18,48%. O comparecimento de eleitores às urnas foi de 767.307 (81,52%). Os votos brancos ficaram em 13.646 (1,78%) e 66.167 nulos (8,62%).

Após a confirmação de seu nome como vencedor das eleições, Siqueira Campos disse que haverá uma transformação profunda no Estado. "Chega de governo rico e povo pobre", disse. Campos disse também que a disputa voto a voto foi preocupante e que é contra a reeleição pelo fato do uso da máquina pública pelo candidato que a procura.

Figura histórica na criação do Tocantins em 1988, Siqueira Campos, 81, tem como vice João Oliveira (DEM). Campos foi governador por três vezes, a primeira foi de 1º de janeiro de 1989 a 15 de março de 1991, quando implantou o recém-criado Estado do Tocantins. Após isso, teve mais dois mandatos de 1995 a 1998 e 1999 a 2002. Em 2006, se candidatou ao governo, mas perdeu para seu ex-afilhado político Marcelo Miranda (PMDB), hoje candidato ao Senado na coligação adversária. Miranda teve seu mandato cassado em setembro de 2009 por abuso do poder político.