Serra, Marina e Dilma despistam imprensa no dia da votação

Brasília - Os candidatos à presidência da República Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) despistaram a imprensa neste domingo após o fechamento das urnas. O candidato do Psol, Plínio de Arruda Sampaio, foi o único que resolveu aparecer e comentar o processo eleitoral.

Ao comentar o sumiço dos concorrentes, Plínio disse que os candidatos "não têm o direito de esconder a informação do povo". "Pra mim é um prazer aparecer. É o meu estilo, sempre foi esse. Não tenho jogada nenhuma para esconder. Ela está clara e dita de antemão", afirmou em entrevista ao Terra.

Durante a tarde, José Serra visitou a casa de sua filha Veronica, depois de votar, e seguiu para a casa de seu amigo Andrea Matarazzo. De lá, o tucano despistou jornalistas e até agora não se sabe o paradeiro do candidato.O mesmo acontece com Dilma Rousseff e Marina Silva.

Cogita-se que o tucano esteja na casa de políticos próximos como Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab. O candidato evitou que a imprensa soubesse de onde acompanharia a apuração das urnas. A previsão é de que Serra vá ao Expo Barra Funda para comentar o resultado do tão esperado pleito.

No começo desta tarde, ao lado de Geraldo Alckmin, Serra votou no colégio Santa Cruz, zona oeste da capital paulista. Também estavam com o presidenciável, a mulher Monica Allende Serra, seu vice Índio da Costa e o candidato ao senado Aloysio Nunes Ferreira. Após votar, Serra evitou comentar uma possível aliança com o PV no eventual segundo turno e afirmou também que sua estratégia de campanha não mudaria.

Marina Silva, depois de votar no Acre, chegou em São Paulo por volta das 16h30 em voo fretado e deixou o aeroporto por uma saída lateral evitando falar com a imprensa. De lá, seguiu para um apartamento na zona sul da cidade onde está acompanhando a apuração ao lado de seu vice Guilherme Leal e da coordenação de sua campanha.

A assessoria de Dilma Rousseff não confirma o paradeiro da candidata. Em Brasília, os jornalistas estão no Palácio da Alvorada, pois tiveram a informação que a ministra se encontra no local com o presidente Lula para acompanhar a apuração. Mais cedo, ela esteve reunida no Brasília Imperial Hotel, com Antonio Palocci, Rui Falcão e José Eduardo Cardoso, mas também não apareceu para falar com a imprensa. Cardoso informou que a candidata realizaria uma coletiva no hotel Blue Tree durante o processo de apuração.

Plínio de Arruda Sampaio foi o único a atender a imprensa. "Os candidatos já estão fazendo os arranjos e as articulações para conseguirem apoio na expectativa do segundo turno", disse.

O político também fez uma breve avaliação da sua votação após a divulgação da pesquisa boca-de-urna. "Ainda estou esperando um pouquinho além desse 1%. Vamos ver o que vem por aí, mas ainda tenho essa esperança", concluiu.