Richa diz ter "enfrentado Lula" em sua eleição mais difícil

O governador eleito do Paraná, Beto Richa, afirmou neste domingo (3) que a eleição deste ano foi a mais difícil de já participou, uma vez que teve que enfrentar, além da máquina estatal, o próprio Presidente Lula.

"Não é fácil enfrentar o presidente da República, a candidata do PT, dois senadores, sendo um de meu partido, e a máquina do Estado. Mas tudo isso dá um sabor maior a nossa vitória", disse.

Apesar dos obstáculos, Richa contou que esperava que os resultados fossem de acordo com o que foi apurado, já que as pesquisas internas feitas pelo PSDB apontavam números parecidos.

Mesmo com a vitória já esperada, o tucano ainda não definiu nenhum nome para seu secretariado, com exceção de seu vice Flávio Arns (PSDB) na pasta da educação.

" A primeira ação como governador eleito será montar uma grande equipe de trabalho, porque sozinho ninguém faz nada, vou escolher a dedo e implantar os contratos de gestão. Não cumpriu as metas, está desligado da equipe", ressaltou.

Richa prometeu ainda que se empenhará ao máximo para retribuir a confiança dos eleitores e reforçou que sua "grande aliança foi com o povo". "Sou grato de coração, vou trabalhar muito para ninguém se decepcionar comigo", disse.